segunda-feira, 5 de setembro de 2011

PARA TUDO EXIGIA EXPLICAÇÃO




Pela primeira vez acreditou-se amando. Buscou a razão de ser do sentimento que a dominava . E o que ouviu de Madeleine Scudéry foi de que o amor é um não sei quê, que surge de não sei donde e acaba não sei como. Então pensou... já que o seu momento era de ouvir estrelas, por que não viver esse não sei quê, que veio não sei de onde antes que se acabe?

5 comentários:

  1. sábia decisao!!

    beijo

    ResponderExcluir
  2. E assim foi, viveu esse amor enquanto durou...lindinho...bjin

    ResponderExcluir
  3. Não é preciso explicar... só sentir mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Tal como a liberdad que todos buscam mas também ninguém explica, o amor, quando acontece, o jeito é entrar de corpo e alma. Abração, minha querida Zélia! Paz e bem.

    Você já viu as fotos do lançamento do livro? Amanhã ou depois ainda vou postar as da Bienal do Rio, onde conheci uma turma boa do Recanto.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Isso lindona é só sentir.

    beijos
    meu carinho
    Ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...