quarta-feira, 9 de maio de 2012

TEM DIAS...



Que a gente acorda com uma vontade danada de conjugar o verbo ESQUECER em todos os seus tempos e modos; acho que até por necessidade de sobrevivência, pois dizem os entendidos que para continuar vivendo é fundamental esquecer. Os especialistas que estudam e pesquisam o mecanismo da memória concluíram que a vida seria insuportável se nos lembrássemos de tudo que acontece.

4 comentários:

  1. Uma vez escrevi uma crônica chamada 'memória Seletiva.' Porque eu me esqueço de tantas coisas... meu marido vive reclamando, e se surpreende: "Mas como, você não lembra?!" Não, eu não lembro...

    ResponderExcluir
  2. Boa noite...Mas se esquecer
    ajudasse a vida a melhorar,
    seríamos eternos loucos,
    tentando se encontrar...Quem?
    Quando? Como?
    Nossa! Seria o caos!!
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Acho que a memória é contraditória em si mesma: por um lado, sem esquecer não é possível libertar-se de algo doloroso. Por outro, uma pessoa ama porque se lembra do que a mantém ligada a alguém. Quem dera a memória funcionasse apenas em "módulo seletivo": lembrar ou esquecer quando bem se quisesse. Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...